Dropshipping? O que é isso?

Dropshipping é um método de vendas em que uma loja online vende os produtos sem armazená-los e entregá-los, mas os fornecedores (fabricantes, vendedores, lojas de atacado) lidam com todos esses processos. A principal tarefa do dono de uma dropshipping é fazer um site ou uma landing page atraente com a exibição de produtos e comunicação adequada. Então, basicamente, a loja dropshipping é um intermediário entre clientes e fornecedores (fabricantes, atacadistas).

É assim que funciona: o dono de uma dropshipping cria uma página online com vários produtos interessantes (seja como um site ou nas redes sociais), um usuário se depara com esta página e decide comprar algo que gosta, faz um pedido e começa a esperar pela compra. Nesse momento, a loja online, onde o produto foi comprado, encaminha o pedido e o pagamento ao fornecedor que o entrega diretamente ao cliente. O processo é bem simples, não é?

Existem três partes principais que participam do processo:

  • Loja Dropshipping. Se você decidir começar esse negócio, será provavelmente seu papel. As lojas lançam sites com produtos e colocam todas as informações necessárias sobre as mercadorias: tamanhos, materiais, preço e outros detalhes. A loja também faz toda a comunicação, promovendo os produtos para que os clientes os vejam e os comprem.
  • Cliente. É qualquer pessoa que realiza uma conversão, ou seja, faz um pedido na loja de dropshipping e paga por eles. A pessoa pode encontrar a loja e os produtos por meio de um anúncio ou simplesmente fazendo uma busca online.
  • Fornecedor (vendedor, fabricante, atacadista etc.). Quem produz e entrega mercadorias aos clientes.

Vantagens

  • Não há necessidade de comprar ou armazenar mercadorias, o que reduz ao mínimo os riscos de perda de investimentos.
  • Investimento mínimo. Seus investimentos potenciais serão muito menores do que tentar abrir uma loja online normal, por exemplo.
  • O comércio eletrônico é uma tendência agora. Mais e mais pessoas começam a comprar online a cada ano.
  • Experiências. Você pode trocar as mercadorias em sua loja online quantas vezes quiser, pois é fácil.
  • Liberdade. Tudo o que você precisa para gerenciar sua loja dropshipping é uma conexão estável com a internet, e não importa se você tem essa conexão em casa ou no hotel onde se hospeda nas férias.
  • Controle do crescimento do seu negócio investindo em publicidade quando achar que é o momento certo, ou, pelo contrário, quando estiver com um orçamento baixo, poderá cortar sem problemas.
  • Os clientes suspeitos que tendem a não comprar produtos em pequenas lojas ou comerciantes não terão ideia de que se trata de uma loja de dropshipping, pois será semelhante a uma loja online normal. Além disso, os clientes que não compram nos mercados porque não são amigáveis e não oferecem suporte, comprarão na sua loja de nicho porque preferem um processo de compra personalizado.

Desvantagens

  • Problemas de envio. Às vezes pode acontecer que um pedido seja perdido devido ao fato de o fornecedor ter muitos pedidos além do seu, ou a qualidade de um produto ser baixa, o que pode decepcionar os clientes.
  • Impossível antecipar despesas e receitas, o que dificulta a atribuição do valor adequado ao lançamento e promoção da loja. Mas não se esqueça de que você sempre pode controlar seus investimentos.
  • Margens baixas. Mas geralmente acontece em nichos altamente competitivos como produtos da China, então tente escolher os menos concorridos
  • Difícil escolher um nicho com boa demanda mas pouco concorrido.

Como posso abrir uma loja dropshipping?

Em primeiro lugar, você precisa ter certeza de que está pronto para abrir uma loja. Você tem que decidir quais produtos você vai vender e qual nicho tem um bom potencial e não muita concorrência. Os nichos mais populares são produtos da China, cosméticos, roupas, acessórios, joias, casa e jardim, produtos para crianças e equipamentos esportivos.

  • Você tem várias opções para escolher um nicho. Em primeiro lugar, você pode fazer uma seleção dos produtos mais procurados, para isso, você deve sempre seguir tendências e estar por dentro das novidades, além disso, também será bom se você puder antecipar algumas dessas tendências. Outra opção são os produtos sazonais – no inverno você pode vender cobertores, suéteres, botas; No verão você pode vender roupas de banho, roupas mais frescas, acessórios como óculos de sol e assim por diante. Pode ser também uma loja com produtos de determinadas categorias, como hobbies, profissões, etc. Você deve pesquisar antes de tomar uma decisão final sobre o que vender.
  • Em seguida, você precisa criar um domínio que seja fácil de lembrar e não tão difícil de digitar. É mais sensato escolher um domínio que termine em .com.br, tente incluir também a categoria da sua loja ou marca no domínio. Verifique se este domínio não está ocupado.
  • A próxima etapa é a seleção do sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS em inglês) para a construção de seu site. É uma plataforma que disponibiliza diversos códigos, templates, plugins e outros serviços que você pode utilizar para criar um dropshipping atraente ou qualquer outra loja online. Também ajuda a gerenciar o processo de pagamento.
  • Você terá que pagar para usar um CMS. Normalmente, os sistemas fornecem vários planos de preços com recursos incluídos, os preços variam dependendo do que você deseja usar para sua loja. Ao escolher o CMS certo (também chamado de plataforma de e-commerce) para suas necessidades, você deve prestar atenção aos recursos que eles oferecem. Você precisará checar os seguintes:
    • Templates. Ao criar uma loja online, você precisa ter uma certa visão de como ela ficará, então verifique se o CMS oferece o tema que você gosta;
    • Número de produtos;
    • Opções de pagamento;
    • Armazenamento de arquivo;
    • Contas para equipe;
    • Taxas de transação. Algumas cobranças do sistema para cada transação;
    • Oportunidades analíticas;
    • Canal de Vendas;
    • Blog;
    • Serviço de ajuda 24/7;
    • Códigos de desconto, cartões-presente.

WooCommerce, BigCommerce e Shopify são considerados alguns dos CMSs mais populares para dropshipping.

Lifehack. A propósito, se você deseja pular o processo de construção e está pronto para investir um pouco mais, você pode comprar uma loja de dropshipping pronta em sites como Exchange ou Flippa.

  • Então você precisa escolher um serviço de dropshipping. Esses serviços geralmente te ajudam em muitos processos difíceis que tomariam muito do seu tempo, como:
    • Processo de automação. Você não precisa entrar em contato com os fabricantes sobre os pedidos, tudo é feito pelo serviço. Levaria muito mais tempo para lidar com vários fornecedores ao mesmo tempo. Cada serviço ainda disponibiliza um número de rastreamento que lhe permite acompanhar a encomenda desde o momento da sua realização até à entrega ao cliente.
    • Escolha e importação de mercadorias. Os serviços de dropshipping normalmente possuem catálogos com uma variedade de produtos que você pode importar para sua loja de acordo com seu sortimento. Os serviços também são responsáveis por conectar você com os fornecedores.
    • Envio. Os pedidos são despachados pelo fabricante (fornecedor), mas esses serviços irão cuidar para que tudo corra bem.
    • Suporte 24h, caso você tenha algum problema.

Os serviços de dropshipping e e-commerce que recomendamos: Dropwow, Oberlo, Dropified, 3dcart.

Público-alvo

Ao escolher um nicho para a loja, você deve entender quem é o seu público-alvo. Cada categoria de produto tem clientes fiéis que estarão lá para comprar esses produtos, então você também precisa encontrar esse público para sua loja. O Facebook tem alguns dados sobre seu público, e isso poderá te dar direcionamentos.

Tendo alcançado vendas estáveis, você pode começar a expandir suas vendas para outros públicos e regiões, onde potencialmente seus produtos também serão bem vendidos.

Promoção

Quanto às promoções, o Facebook funciona bem para lojas dropshipping. É melhor destinar cerca de R$1500 para o início da promoção e fazer vários testes todos os meses. Recomendamos gastar R$50 por um teste que envolve um criativo + público-alvo.

Ao promover os produtos através do Facebook, você pode escolher o Instagram também. No Instagram, use fotos bonitas e brilhantes para fins publicitários da loja dropshipping. Por exemplo, se você vende roupas, acessórios ou cosméticos, você pode fazer posts atraentes com boas fotos e boa descrição dos produtos que irão atrair a atenção dos usuários. Além disso, quando você promove as postagens no Instagram, os usuários podem gostar da imagem promovida e assim podem abrir seu perfil para conferir. Não se esqueça que no Instagram você também pode usar influenciadores que irão atrair mais clientes.

Faça vários e diversos testes enquanto promove seus produtos para estimar quais produtos e campanhas funcionam com mais eficácia. Não desista depois de 2-3 campanhas promocionais sem sucesso, leva tempo e esforços para atrair clientes.

Despesas aproximadas

Em primeiro lugar, você deve pensar bem sobre a estratégia de preços que irá escolher para a sua loja de dropshipping. Alguns dropshippers começam com a estratégia “Cobrar menos do que os grandes varejistas”, o que ajuda a atrair clientes para suas lojas. Vamos pegar a calculadora abaixo como um exemplo de como você pode avaliar as despesas e ganhos potenciais.

Se você escolheu essa estratégia, seu preço de venda não deve ser superior ao preço de seus concorrentes. O preço também incluirá o preço do fornecedor, despesas de envio, taxa de transação CMS (no nosso caso, Shopify), taxa de serviço de pagamento (Paypal, por exemplo) e outras despesas exibidas na calculadora.

Lembre-se que no início o lucro pode ser pequeno ou pode não ser nenhum, pois você está apenas começando e precisa gastar mais para a atração de clientes

Algum serviço útil para análise?

Existem alguns serviços que ajudam a ver o funcionamento de outras lojas de dropshipping, a promover os seus produtos, a escolher os produtos para o catálogo, etc. A lista abaixo descreve os mais populares:

  • xpareto.com fornece uma lista das melhores lojas de dropshipping. Neste site você pode encontrar os dados essenciais sobre seus concorrentes, como tráfego diário, classificação, best-sellers, campanhas no Facebook.
  • shopgenius.com é uma ferramenta para espionar seus concorrentes. Você pode ver os insights, análises de anúncios que outros dropshippers usam para atrair clientes e vender produtos.
  • thieve.co é um serviço com a compilação de produtos de tendência para qualquer categoria.

Dropshipping vs. Marketplace

Embora esses dois conceitos de lojas online sejam bastante semelhantes, gerenciá-los é completamente diferente. Aqui estão as diferenças entre uma loja de dropshipping e um mercado:

  • Quando você tem um negócio de dropshipping, não precisa comprar nem armazenar os produtos que vende, ao contrário de quando você tem um marketplace.
  • Os marketplaces conduzem os envios por conta própria, já o dropshipping deixam isso para os fornecedores. No entanto, pode ser uma desvantagem porque os marketplaces podem oferecer entrega expressa ou alguns outros bônus, mas uma loja dropshipping não pode controlar esse processo.
  • Dropshipping requer investimentos muito menores.
  • Marketplaces definem seus preços e os proprietários de dropshipping devem se adaptar aos preços fixados pelos fornecedores. Dropshipping geralmente tem margem de lucro menor.

Algumas dicas

  • Certifique-se de que sua loja seja compatível com dispositivos móveis para não perder tráfego mobile.
  • As fotos do produto devem ser de alta qualidade e ter um único estilo para que tenham uma aparência profissional.
  • Aloque aproximadamente R$1500 para o início da promoção.
  • A página de contato é muito importante. Você deve fornecer a seus clientes a capacidade de se comunicarem com você, se necessário. Mas não se preocupe em receber milhares de e-mails, se tudo estiver certo com o pedido, os clientes não vão procurar por você.
  • Dedique mais tempo e dinheiro para promover sua loja do que no seu design e decoração da loja online; 
  • Para ser um dropshipper, você precisa ter o status de único proprietário;
  • Configure serviços analíticos (Google Analytics e Facebook Pixel, por exemplo) para avaliar a conversão e o tráfego.
  • Em caso de problemas com o envio ou com a qualidade do produto, é melhor entrar em contato com os serviços de dropshipping (Dropwow, por exemplo) ao invés de tentar entrar em contato com o fornecedor;
  • Não deixe de analisar as vendas. Assim que você lançar uma campanha promocional, acompanhe as estatísticas e quanto custa a conversão;
  • Não se esqueça das revendas e upsell;
  • O marketing de influência também pode ser uma forma eficaz de promoção;
  • O cliente gosta de promoções e combinados, portanto, certifique-se de fornecer alguns.

Este modelo não é uma novidade, porém ainda tem bastante espaço para desenvolver no Brasil. Esperamos que tenha curtido este artigo. Esse material completo e muito outros você encontra na Affiliate Academy

Calendário de Vendas: Como ganhar dinheiro dentro do prazo
Admitad inaugura escritório nos EUA para se expandir agressivamente no mercado local

0 Comentários

Deixe um comentário