Publicidade no WhatsApp: Como fazer uma newsletter promocional

O WhatsApp é um messenger usado por dois bilhões de pessoas em 180 países. Em termos de audiência, já superou outros serviços semelhantes – Viber, Telegram, Facebook Messenger. A popularidade do WhatsApp o torna uma excelente plataforma de publicidade. Vamos falar sobre um método eficaz de anunciar em um messenger: Newsletters.

A funcionalidade do WhatsApp é simples e direta. No entanto, ao tentar criar uma newsletter, anunciantes e afiliados geralmente cometem erros comuns. Para que você possa evitá-los, analisaremos as características e regras de envio e manutenção neste messenger

O que são newsletter no WhatsApp?

Uma newsletter no WhatsApp é um processo de envio de mensagens aos usuários de um banco de dados. Você pode enviar mensagens para clientes existentes ou potenciais, mas apenas para os números de telefone que tiver. Vamos discutir as dificuldades que você pode enfrentar ao criar um boletim informativo.

A maioria dos profissionais de marketing presume que a newsletter é uma via de mão única: você envia uma mensagem direta para um grande grupo de usuários e espera até que eles comprem o seu produto. Mas, na verdade, os anúncios por messengers não devem apenas promover um produto ou serviço. Eles também devem estabelecer relações de longo prazo baseadas na confiança com os destinatários do boletim informativo, que são representantes do público-alvo.

Para garantir que um usuário seja impactado por um anúncio ou mensagem informativa corretamente, use um canal com o qual seu cliente esteja familiarizado. Como já mencionamos, o WhatsApp é popular, o que significa que será eficaz.

Vale a pena considerar que a facilidade de uso do WhatsApp por motivos pessoais pode criar a falsa impressão de que conhecemos todos os detalhes do messenger. Mas um boletim informativo de marketing tem muito mais nuances do que uma troca de mensagens em bate-papos.

Benefícios da Newsletter pelo WhatsApp

  • Baixo custo por mensagem. Uma mensagem no WhatsApp é muito mais barata do que uma mensagem de texto, SMS, sem mencionar os anúncios direcionados.
  • Você pode tanto chamar a atenção, quanto aumentar a lealdade de uma parte significativa de seu público-alvo. As mensagens em massa geralmente são enviadas para bases de usuários com 1.000 ou mais pessoas.
  • As mensagens atraem imediatamente a atenção dos usuários, especialmente se eles usarem um smartwatch. Estatisticamente, os usuários do WhatsApp verificam suas mensagens com mais frequência do que suas caixas de entrada de e-mail. Um usuário comum verifica novas mensagens no WhatsApp 23 vezes por dia e passa quase 200 minutos conversando.
  • Ao contrário do e-mail, os boletins informativos do WhatsApp quase nunca chegam ao spam. Isso poderá acontecer se o destinatário te bloquear, o que é improvável se você tratar seus clientes com respeito.
  • É fácil adicionar imagens ou vídeos ao texto. O iChimp informa que pelo menos 700 milhões de imagens são enviadas via WhatsApp todos os dias.

Cada uma dessas vantagens vem com grande responsabilidade. Lembre-se de que uma mensagem pelo WhatsApp está no centro da atenção do usuário e você não quer abusar dela. Caso contrário, você será rapidamente bloqueado, mesmo que seu anúncio seja totalmente relevante para os interesses do usuário. Certifique-se de criar newsletters com tato. Nós vamos te dizer como.

Como fazer uma transmissão no WhatsApp

A eficácia dos anúncios pelo WhatsApp depende de muitos fatores. Os três principais são: para quem você envia as mensagens, quando e o que você escreve nelas.

A quem enviar

O objetivo principal do boletim informativo no WhatsApp é transmitir informações relevantes a um grupo específico de pessoas interessadas. Enviar tudo para todos não adianta: ter uma audiência muito ampla não será tão efetivo.

O WhatsApp proíbe o envio de mensagens em massa para números desconhecidos, então você deve primeiro formar sua base de clientes. Aqui estão algumas dicas para criar uma base de dados:

  • Nunca compre bases prontas que estão amplamente disponíveis na web. Na maioria dos casos, elas contêm números falsos. E, o mais importante, como as pessoas nessas bases não estão interessadas em seu produto, elas poderão enviar sua mensagem para o spam imediatamente.
  • Colete o banco de dados por meios legais: instale um widget ou formulário de inscrição no site, convide as pessoas a se inscreverem na newsletter em troca de descontos, bônus ou conteúdos exclusivos. Faça concursos como “deixe seu telefone e vamos sortear alguém para uma oferta especial.” Além disso, assim que um novo cliente se cadastrar no site ou interagir com você de qualquer outra forma, o convide a selecionar a opção de “Quero me inscrever”.
Um exemplo de widget de assinatura
  • Tenha certeza de que sua base de contatos contém apenas os números de telefone dos clientes que aceitaram receber a newsletter (Opt-in) . 
  • Colete metódica e sistematicamente as informações de contato do cliente em uma planilha que você possa exportar depois para sua conta pessoal de serviço de gerenciamento de disparos, através do qual enviará mailings. Falaremos mais sobre esses serviços a seguir.
  • Verifique se os destinatários do boletim informativo estão interessados ​​em sua oferta ou que seu produto vai de encontro com alguma necessidade ou interesse. É possível que esses usuários sejam potenciais clientes.

Quando enviar um boletim informativo

Mantenha o equilíbrio ao escolher uma programação de mensagens. Elas não devem ser enviadas com muita frequência, pois isso pode ser irritante para o usuário. E também não devem ser escassas para que você não seja esquecido. Projete uma estratégia de comunicação que ajudará a envolver o usuário e orientá-lo passo a passo até a compra.

Intervalo entre mensagens

  • Idealmente envie uma newsletter semanal. Lembre-se de que sua meta é transmitir sua proposta de venda exclusiva a clientes em potencial e deixá-los decidir se farão ou não uma compra. Se você insistir com muitas mensagens publicitárias, é muito provável que você seja bloqueado.
  • Se sua mensagem é apenas um lembrete, você pode determinar a frequência com que as envia. Novamente, se você for longe demais (ou seja, com muita frequência), a lealdade do usuário para seu produto ou marca pode diminuir e os usuários podem até mesmo colocar você na lista de bloqueados. Por exemplo, você pode enviar um lembrete 3 dias antes e outro um dia antes do prazo final.
  • As mensagens informativas não precisam ser enviadas todos os dias. Elabore um plano de conteúdo com base nas preferências e características comportamentais do seu público-alvo. Vá com a programação “um em 3 dias”, por exemplo, ou aumente um pouco a frequência, dependendo dos objetivos de sua newsletter.

Qual é a melhor hora para enviar ofertas? A resposta é quando for conveniente para seus clientes. 

É ideal enviar correspondências durante o horário comercial, quando os clientes estiverem mais “ativos”. À noite e nos fins de semana, as pessoas têm descanso e podem não verificar mensagens com fins comerciais, por exemplo. É claro que se você tem certeza de que sua mensagem interessa nesse momento, você pode enviá-la mais tarde. 

É fundamental que você conheça seu público-alvo e entenda quando ele está online para melhor responder ao seu boletim informativo.

O que escrever na mensagem

Agora que sabemos quando entrar em contato, precisamos descobrir o que fazer. Existem oito tipos principais de mensagens.

  • Lembretes. Essas mensagens apenas notificam os usuários sobre ações previamente acordadas, por exemplo, um agendamento no salão de beleza ou pagamentos mensais. Lembretes úteis tornam seu boletim informativo valioso para o destinatário e fazem com que ele queira entrar em contato com você novamente.
  • Informação. Seu horário de atendimento será alterado ou você pode ter mudado de endereço. Você pode ter novos produtos, descontos disponíveis ou estar com uma promoção ou concurso em andamento. Em todos esses casos, você deseja manter seus clientes informados.
  • Notificações. Isso inclui transações futuras, alterações no status do pedido, rastreio de entrega, etc.
  • Parabenizações. Se você já trabalha com sua base de clientes há muito tempo, pode ser ótimo desejar um feliz aniversário ou parabenizá-los por um aniversário de casamento, por exemplo. Uma discreta celebração pelos feriados tradicionais também pode ser uma ótima desculpa para enviar mensagens, mesmo para pessoas que você mal conhece. É ainda melhor se você adicionar algo além de suas felicitações, como um desconto.
  • Feedback.  No WhatsApp, você pode realizar pesquisas, pedir feedback sobre seus produtos e serviços.
  • Ajuda e consultas. Você e outros usuários podem nem sempre estar disponíveis para chamadas, por isso os clientes podem fazer algumas perguntas pelo WhatsApp.
  • Conteúdo útil. Pode ser um resumo com materiais relevantes para os interesses dos usuários – artigos, dicas, instruções. Embora esses boletins informativos não afetem suas vendas diretamente, eles aumentam a reputação da sua empresa.
  • Anúncios oficiais. Uma newsletter da empresa para informar aos usuários sobre uma queda sazonal de preços, novos produtos, ofertas especiais. Esses boletins geralmente contêm materiais que promovem produtos, serviços ou a própria marca.

Serviços de disparo

Para disparos em massa regulares, pode ser útil usar a API do WhatsApp Business. Parceiros como Smarters e Zenvia também podem ser companheiros úteis.

Faça o upload de sua base de contatos, crie suas mensagens e defina a hora e a data para enviar newsletters. Após o disparo, você pode monitorar as estatísticas e ver o número de mensagens entregues e lidas.

Os boletins informativos para os seus contatos podem ser enviados diretamente pelo messenger. Clique nos três pontos verticais no canto superior direito e, em seguida, em “Nova transmissão”. Essa seria uma opção de newsletter gratuita, embora não seja disparo em massa, é uma boa alternativa para uma empresa pequena ou personalizada.

Importante!

O envio regular de newsletters não é suficiente se você deseja obter maiores resultados de suas atividades no WhatsApp. Todas as suas ações devem fazer parte de uma estratégia consistente em busca de um objetivo claro, como aumentar as vendas em uma categoria específica ou melhorar a fidelidade à marca.

Quais cenários você pode usar para atingir seus objetivos? 

  • Remarketing. Se uma pessoa da sua base não está pronta para comprar, isso não significa que você deve ignorá-la. Talvez tenha faltado argumentação ou a necessidade do produto ainda não é muito urgente. Use o remarketing e leve-os de volta ao funil de vendas. Para evitar a segmentação manual de contatos, automatize o processo com integração de CRM. Separe os usuários interessados ​​e crie diferentes correspondências com mensagens diferentes.  
  • Engajamento. A compra não é o ponto final da jornada do cliente. Depois que um lead se tornar um cliente, não perca o contato com ele. Em vez disso, ofereça dicas úteis, artigos interessantes e demonstre conhecimento. Isso aumentará a probabilidade de uma recomendação do cliente e de retorno para uma compra repetida. 
  • Pós-venda de qualidade. Este ponto decorre do anterior. Mantenha contato com os clientes e responda às suas perguntas sobre o funcionamento do site ou produtos, por exemplo. Envie a esses clientes artigos úteis e não deixe de destacar o benefício de sua especialidade (desde que seu público-alvo seja devidamente segmentado).
  • Venda cruzada. Informe as pessoas que já compraram de você sobre novos produtos, promoções e ofertas especiais. Isso os motivará a comprar itens adicionais.
  • Atividade. Crie uma jornada que servirá como lembrete para diversos eventos. Onde um evento relevante para o público ocorrerá, quando e por que é importante estar lá podem ser apontadas.

Por último, mas não menos importante, algumas pessoas acreditam que contas podem ser bloqueadas por causa de disparos em massa no WhatsApp. Não se preocupe com isso. Se as mensagens forem enviadas de uma conta comercial para contatos conhecidos e que optaram por receber anúncios e mensagens informativas, você não será multado ou punido. 

Você pode solicitar a confirmação de sua conta comercial na API do WhatsApp Business aqui.

Resumindo, o WhatsApp pode ser uma ferramenta poderosa para se comunicar com os clientes existentes e chamá-los para novos pedidos. Aumente sua base de clientes e os motive a comprar por meio de textos persuasivos para garantir o sucesso de sua campanha.

Feliz Natal e Feliz Ano Novo da Admitad Affiliate!
Black Friday 2021: Usuários se abastecem de eletrônicos e se apaixonam pelo mundo dos games!

0 Comentários

Deixe um comentário